Pagina inicial

terça-feira, 26 de abril de 2011

meu/nossos reflexos

Mas tantos defeitos tenho. Sou inquieta, ciumenta, áspera, desesperançosa. Embora amor dentro de mim eu tenha... Só que não sei usar amor: às vezes parecem farpas... (Clarice Lispector)

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Fadas, borboletas e mães

"Por mais que de verdade pouco se veja, ainda existem fadas, borboletas e mães
Sem elas o caos estaria sem sua ordem natural
Sem elas a dor seria mais real, muitos não tem nenhuma delas..."

                                                                            Davi Marcos

cheio de vazio


Primeiro me observo em três espelhos distintos, ponho um belo vestido e enrosco as pernas de forma a mostrar a sapatilha, me admiro atentamente no espelho e por fim compreendo o sentimento que ele sente por mim vejo beleza e sensualidade que em mim se encontra. Não me vejo assim todos os dias nem a todo o momento isso só acontece quando todos esses espelhos me rodeiam e no mesmo momento que me sinto vazia, fria e sem gosto. Declino-me fatalmente ao que me e óbvio: “isso não vai ser bom...” e mesmo sabendo do fato rotineiro persisto na minha procura inútil por “algo” sem saber o que seria esse “algo”. Lamento profundamente em saber que esse “algo” eu já tive e agora que não o tenho sinto-me verdadeiramente vazia e com todos os motivos para não sentir. 

quarta-feira, 24 de novembro de 2010


Somos prisioneiros
E as jaulas que encarceram nossos sonhos,
São as circunstancias.
Somos o caminho que há no meio
Entre o feito e o desejo,
Somos a distância.

sábado, 30 de outubro de 2010

Auto-retrato

























Tudo q me move, que me motiva e muito incomum...
Pelo menos para as outras pessoas.


Sou o oposto e ao mesmo tempo não sou...
Não sou nada, não sou ninguém.

Hoje posso querer e amanha, não querer mais.
Sou como o vento... Sempre estou aqui, mais ninguém me vê.

Calo-me na esperança de não ferir, mas, sempre sendo ferida.
Sentindo o que não a de sentir, vivendo momentos futuros no presente...

Encontre-me no doce e no amargo, no frio e no quente, no velho e no novo e em lugar algum.
                                                                          Paula Ribeiro 

terça-feira, 26 de outubro de 2010














Que a agonia se misture com a dor e me destrua,
destrua de vagar para que me queime a alma e me
leve a melancolia que me aflige ...

terça-feira, 29 de setembro de 2009

proposito de vida?!

Eu enviei um recado para um amigo com o nome do meu blog....


E ele me perguntou: -amigo: qual é o seu proposito? E essa foi a minha resposta a ele

Acho que não sei mais qual e o meu propósito de vida. Fico decepcionada ao sair na rua para ir trabalhar ou estuda e ver que tem muitas meninas de minha idade ou ainda mais jovens cheias de filhos, crianças com aparência desnutridas e sujas. Nesse sábado mesmo, estava vindo na casa do meu namorado- com o qual fiquei o resto da tarde conversando sofre a faculdade que pretendo fazer- e quando passei em uma rua perto de minha casa vejo três menininhas muito pequenas dançando funk em poses para lá de eróticas fazendo gestos obscenos e incitantes ao ato do de fuder prazer da carne, fico eu pensando: será que a mãe ou o pai dessa criança terminaram o segundo grau? Ou fizeramz alguma faculdade? Do que será que trabalha? E a mesma resposta vem a minha cabeça... Os pais dessas crianças não tem muita coisa a oferecer a esse serzinho, ou simplesmente o trata com uma serta indiferença de como se já esta feito agora e só cuidar... Não posso simplesmente ignora isso e segui a minha vida! Mais confesso que da vontade de manda tudo para o espaço e só me preocupar comigo, porque, afinal de conta se essa pessoa quisesse mesmo ser alguém de verdade na vida teriam corrido atrás, porem sei que não e bem assim... apesar de tudo levo essas palavras para minha vida "Não se pode viver verdadeiramente e desistir do que dá significado e propósito a uma vida inteira." [ Adolf Hitler ]  *** olha q issso foi dito por um homem mal ***
Ocorreu um erro neste dispositivo