Pagina inicial

terça-feira, 29 de setembro de 2009

proposito de vida?!

Eu enviei um recado para um amigo com o nome do meu blog....


E ele me perguntou: -amigo: qual é o seu proposito? E essa foi a minha resposta a ele

Acho que não sei mais qual e o meu propósito de vida. Fico decepcionada ao sair na rua para ir trabalhar ou estuda e ver que tem muitas meninas de minha idade ou ainda mais jovens cheias de filhos, crianças com aparência desnutridas e sujas. Nesse sábado mesmo, estava vindo na casa do meu namorado- com o qual fiquei o resto da tarde conversando sofre a faculdade que pretendo fazer- e quando passei em uma rua perto de minha casa vejo três menininhas muito pequenas dançando funk em poses para lá de eróticas fazendo gestos obscenos e incitantes ao ato do de fuder prazer da carne, fico eu pensando: será que a mãe ou o pai dessa criança terminaram o segundo grau? Ou fizeramz alguma faculdade? Do que será que trabalha? E a mesma resposta vem a minha cabeça... Os pais dessas crianças não tem muita coisa a oferecer a esse serzinho, ou simplesmente o trata com uma serta indiferença de como se já esta feito agora e só cuidar... Não posso simplesmente ignora isso e segui a minha vida! Mais confesso que da vontade de manda tudo para o espaço e só me preocupar comigo, porque, afinal de conta se essa pessoa quisesse mesmo ser alguém de verdade na vida teriam corrido atrás, porem sei que não e bem assim... apesar de tudo levo essas palavras para minha vida "Não se pode viver verdadeiramente e desistir do que dá significado e propósito a uma vida inteira." [ Adolf Hitler ]  *** olha q issso foi dito por um homem mal ***

sábado, 26 de setembro de 2009

Que inferno!

Queria que na minha escola você tive-se a oportunidade de escolher o seu curso de línguas. Tenho uma professora de Frances que já foi clinicamente comprovada que ela e doida, louca, Le Le da cuca sabe?! E mesmo assim continua dando aula ou fingindo, porque durante esses dois anos na escola eu não aprendi nada em Frances, porém o nosso direto (homossexual, judeu e entre outras coisa Obs: isso vc não vai entender mais tem alguns amigos meus q vão rsrsrs)não faz nada. tem aluno ate que diz que ele come ela bom, eu não sei afirma. De uma coisa eu sei ela e feia e gorda e outra ninguém liga para o futuro da humanidade o futuro da nação.



Obs: bem que o tio de minha menina poderia ter vencido!!!

Me mate de uma só vez!!!

Melancolia tome posse de mim
Ate que o fim cheque
Não aquento mais
Dias felizes e você vindo atrás
Não posso viver mais sem você meu sol
Só você pode me guia
Não diga não para mim
Sem você meu sol,
A felicidade se vai e a melancolia
Reina sobre meu novo e gélido paraíso.

                                                               Paula R.C

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Lembranças

Fazer aquela arrumação no guardo sempre e uma boa ainda mais quando esta aquela bagunça que só você entende.
Bom, hoje 13 de setembro de 2009 decidi fazer aquela faxina no meu quarto. Durante a arrumação encontrei um velho caderno de escola, o qual eu usava para ficar escrevendo bobagens e fazendo aquele famoso MSN de pobre (escreve o recado e vai passando a todos os destinatários) no caderno encontrei conversas meio que, pré-históricas quando eu e algumas amigas fazíamos aulas de dança juntas na usina. Parei de imediato a arrumação e comecei a ler e rir enlouquecida mente de todas as nossas bobagens, ainda sim podia sentir a ironia de cada palavra, a implicância e a impaciência de cada palavra escrita. Lembro-me perfeitamente de que estávamos na escola no primeiro anda e que nessa época os alunos que tinham que se locomover ate os professos, adoramos essa noticia, assim ficava mais fácil para sairmos de sala e da uma olhadinha em todos os nossos amigos presentes na escola, queríamos também que a aula termina-se o mais rápido possível para podermos sair e nos arrumar para que todas se encontra-se no local de sempre para podermos ir a aula de dança juntas.
Logo em seguida depois de tanto rir, me veio com muita força a nostalgia, aquela atmosfera acolhedora do tempo de escola com amigas e tudo mais tinha sumido e em seu lugar ficou uma atmosfera pesada, melancólica e cinzenta senti como se me tive-se um nó na garganta, porém não chorei... Essa onda de tristeza me tomou por inteira durante dois dias.
Ocorreu um erro neste dispositivo