Pagina inicial

sábado, 31 de janeiro de 2009

Amizade!


Sinto tanta falta de minhas amigas, não e bem coisa de mulher de ficar fofocando com a outra amiga e bem, coisas que você não conta para todo mundo e não quer contar para a sua mãe por que ela vai querer te matar e claro, e mais por ter águem da sua idade, alguém que você pode contar segredos e que você sabe que não vai contar para ninguém, e vai tentar te ajudar e vai te compreender.
Sinto falta das vezes em que saiamos juntas para algum lugar era engraçado sempre acabávamos discutindo loucamente mais era engraçado para nos e para os outros que passavam por nos na rua, teve um dia em que eu e uma amiga minha fomos tirar ou pegar -não me lembro bem- o rio card. Saímos de casa juntas e pegamos o ônibus fomos conversando, chegando perto do local déssemos do ônibus e ficamos procurando aonde era a estação que nos falarão, e seguimos por ela até encontrar o prédio chegamos lá, pegamos o nosso rio card. E andamos de volta tudo para trás, eu dize: a estação e para cá! Ela dizia: não e prá lá! Paramos em frente a um Pet shop a o lado de um lava jato e ficamos discutindo para que lado iríamos então decidimos falar com o dono da loja, perguntei para onde era a estação e ele disse justamente q era o mesmo lado que eu tinha apontado. Ficamos em frente a o lava-jato uma brigando com a outra (sua loura eu disse que era p cá, cala boca sua vaca branca, e você sua burra, tinha q ser loura e etc...) enquanto isso tinha um caso parado na nossa frente com dois rapazes olhando e rindo da nossa cara. A melhor parte foi quando queríamos comer alguma coisa, avistamos um locar e compramos uma quentinha ela começou a comer eu fui e tomei da mão dela, ela veio me dizendo pêra a e fui eu que comprei enchi a boca de feijão e farofa e comi sendo que do outro lado da rua vinha um bando de meninos lindos e quando ela viu ficou desesperada” Paula me ajuda toma segura isso ai q vergonha, os garotos vão me olhar para mim e pensar que sou uma mendiga e q eu estou passando fome” como a quentinha ela que tinha comprado eu não peguei da mão dela e comecei a rir muito dela se escondendo com a quentinha e com a boca cheia de farofa...
Imagina só comer dentro de um ônibus em movimento com aqueles garfos de plástico kkkkkkkkkkkk
Esse dia foi à maior zoera!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Ocorreu um erro neste dispositivo